ee

ee

quinta-feira, 15 de março de 2012

Matemática: Maior concurso do mundo em Portugal

Para afastar a ideia de que as somas ou as multiplicações têm de ser uma dor de cabeça, Portugal recebe, esta quinta-feira, o maior concurso de matemática do mundo. O "Canguru Matemático sem Fronteiras" tem por objetivo "estimular e motivar o maior número possível de alunos" para esta disciplina, visando promovê-la junto das crianças e dos jovens.
 
Segundo Júlio Neves, um dos responsáveis pela organização que leciona na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, o concurso pretende "a popularização e promoção da matemática", pelo que é "um concurso para todos os alunos". De acordo com Júlio Neves, "um dado curioso revelado pelas edições anteriores é que os chamados 'maus alunos' à disciplina têm conseguido resultados positivos nesta prova".
 
A prova, cujo início está marcado para as 14.30h e que conta com mais de 80 mil estudantes de 1297 escolas dos ensinos básico e secundário, é organizada pelo Departamento de Matemática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra com o apoio da Sociedade Portuguesa da Matemática, sendo uma iniciativa da Associação Canguru sem Fronteiras, uma associação de caráter internacional que reúne personalidades do mundo da matemática de 47 países.
 
O concurso, que começa em simultâneo em todos os estabelecimentos de ensino participantes, de Portugal Continental às regiões autónomas, consiste num único teste por categoria com a duração de uma hora e meia. No total existem oito categorias, consoante a idade dos alunos.

O nível de dificuldade das questões vai aumentando ao longo dos três grupos nos quais a prova está dividida mas, em simultâneo, o aumento tem o propósito de fazer também crescer o interesse dos alunos e levá-los a compreender que encontrar a solução para os problemas propostos é uma conquista pessoal recompensadora.

Clique AQUI para visitar a página do Facebook do "Canguru Matemático Sem Fronteiras".

in Boasnoticias - 15/03/2012

Sem comentários:

Enviar um comentário