ee

ee

quinta-feira, 29 de março de 2012

Fundação Champalimaud eleita como o melhor sítio para trabalhar fora dos EUA

A Fundação Champalimaud ficou em primeiro lugar na lista dos melhores sítios para trabalhar fora dos Estados Unidos, seleccionada pela revista norte-americana The Scientist, que nos últimos de dez anos tem elaborado esta listagem.


Mais de 1.500 cientistas responderam ao inquérito deste ano, para a escolha dos melhores sítios para investigadores pós-doutorados trabalharem tanto nos EUA como fora. Os resultados deste ano serão publicados na edição em papel de Abril da The Scientist e no site da revista (www.the-scientist.com). A lista foi divulgada nesta quinta-feira, durante uma visita do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, à Fundação Champalimaud.

“Embora tenha menos de dois anos, o Centro Champalimaud para o Desconhecido lidera a nossa lista de melhores instituições para os pós-doutorados. O centro concentra-se na investigação em neurociências e cancro e ocupa um cenário pitoresco com vista para o rio Tejo, em Lisboa. Apoiado pela Fundação Champalimaud, a instituição está equipada com um núcleo de instalações invejáveis e um campus lindíssimo”, diz a revista.

Nos Estados Unidos, o ranking de 2012 é ocupado pelo Instituto de Investigação Biomédica Whitehead, em Cambridge, o que acontece pelo segundo ano consecutivo. Fora dos Estados Unidos, a lista internacional dos primeiros cinco lugares, além da liderança da Fundação Champalimaud, é ocupada pelo Instituto de Biotecnologia Molecular e pelo Centro para Medicina Molecular, ambos em Viena (Áustria), pelo Instituto de Investigação Biomédica Friedrich Miescher, em Basileia (Suíça), e pelo Instituto de Investigação Biomédica da Novartis, da multinacional farmacêutica.

in Público - 29/03/2012

Sem comentários:

Enviar um comentário