ee

ee

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Portugal conquista mais dois prémios no Festival de Berlim

A curta metragem "Rafa" do português João Salaviza, venceu o Urso de Ouro no Festival de Berlim. "Tabu", de Miguel Gomes, ganhou o Prémio Inovação, depois de ontem ter vencido o da crítica.

João Salaviza começou por dizer que estava «muito surpreendido e que teria preparado um discurso bonito se soubesse que ia ganhar».

No seu agradecimento, perante 1600 espetadores, disse ainda que dedicaria o prémio ao governo português.
«Mas só na condição de nos ajudarem nos próximos anos, porque não sabemos o que vai acontecer com o nosso cinema», sublinhou.

No improviso, João Salaviza destacou ainda o trabalho do protagonista do filme, Rodrigo Perdigão.

«Ele fez mais do que eu pelo filme», mas não pode estar presente em Berlim. A terminar, dedicou ainda o prémio à família.


A curta-metragem de João Salaviza, um dos 27 trabalhos a concurso, é sobre um miúdo de 13 anos preocupado com a mãe, detida numa esquadra da polícia por conduzir sem carta.

O júri formado, pela actriz palestiniana Emily Jacir, pelo cineasta irlandês David Oreilly e pela actriz alemã Sandra Hueller, destacou a «impressionante representação» de Rodrigo Perdigão, «no papel de um jovem a caminho de se tornar adulto».

O Urso de Ouro do Festival de Cinema de Berlim foi atribuído a "Cesare Deve Morrire", dos irmãos italianos Paolo e Vittorio Taviani.

O filme acompanha a encenação de "Júlio César", de William Shakespeare, por detidos numa prisão de alta segurança de Roma.


in TSF - 17/02/2012

Sem comentários:

Enviar um comentário