ee

ee

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Pedras Salgadas Eco Resort é edifício do ano 2012 para o ArchDaily


Entre os 70 finalistas do prémio “Edifício do Ano 2012” estavam dez projectos assinados por arquitectos portugueses.

Há um projecto português entre os vencedores de edifício do ano para o site ArchDaily, actualmente com mais de 280 mil visitas e 70 milhões de pageviews por mês. Trata-se do Pedras Salgadas Eco Resort, em Vila Pouca de Aguiar, da autoria dos arquitectos Luís Rebelo de Andrade e Diogo Aguiar.

O edifício venceu na categoria "Hóteis e Restaurantes".

Trata-se da primeira parte terminada de um projecto com diversas etapas por concluir, casas em regime hoteleiro que num futuro próximo terão a companhia de edifícios de serviços, uma capela, um casino, etc. "Estas casas foram inauguradas em Setembro e o sucesso tem sido enorme", contou ao P3 Luís Rebelo de Andrade pouco minutos depois de conhecer os resultados.

"A minha grande satisfação, o grande prémio é a taxa de ocupação do espaço", completou, referindo-se ao Pedras Salgadas, que brevemente (Abril/Maio) ganhará um espaço com casas suspensas nas árvores. "Claro que com a crise que vivemos é muito bom vermos o nosso trabalho ser reconhecido. Tentamos provocar experiências através de uma linguagem moderna".

Luís Rebelo de Andrade tinha ainda a concurso no ArchDaily uma moradia particular na Travessa do Patrocínio, em Lisboa, edifício que também está na "shortlist" do Architizer.

Recorde-se que entre os 70 finalistas do prémio “Edifício do Ano 2012” estavam mais nove projectos assinados por arquitectos portugueses e localizados no país: a Plataforma das Artes e Criatividade (Guimarães), a escola Sebastião da Gama (Setúbal), uma clínica dentária de Lisboa, uma casa particular em Lisboa, um edifício de escritórios no Porto, um apartamento em Lisboa e outro no Porto, o Castelo Novo do Fundão e o Pavilhão Multiusos de Lamego. Estes dez projectos foram selecionados entre 3.042 de todo o mundo, divididos por 14 categorias.

Na edição do ano passado, a Capela da Vida em Braga, a MIMA House em Viana do Castelo e a sede da Associação Fraunhofer no Porto foram as construções portuguesas eleitas “Edifício do Ano 2011”.

Também no “Building of the Year 2010” três edifícios portugueses foram eleitos pelo ArchDaily: o edifício da Vodafone no Porto, o bar temporário que representou a Faculdade de Arquitectura portuense na Queima das Fitas e a Closet House, de Matosinhos.  

in p3.publico - 14/02/2013

Sem comentários:

Enviar um comentário